Geralmente são realizados pela suspensão com Fios, através de agulhas especiais, por orifícios que ficam escondidos nas sobrancelhas e no pé-do-cabelo. Podem ainda, ser através da retirada de pele no pé-do-cabelo (região das “entradas”), ou mesmo pela combinação das duas. Essa técnica combinada geralmente promove resultados mais duradouros, apesar de não ter como quantificar o tempo dos mesmos.

Outra modalidade, é a retirada de pele acima da sobrancelha, conhecida como cirurgia de Castanhares. Nessa região, as cicatrizes ficam mascaradas nos pêlos.

Essa cirurgia pode ser realizada com a utilização de Videoendoscopia: lifting videoendoscópico frontal, onde realiza-se a liberação dos tecidos depressores da fronte, depois trata-se a musculatura. Essa técnica tende a gerar melhores resultados, no entanto, necessita de anestesia geral.

A anestesia utilizada, geralmente é a geral ou local + sedação. A recuperação é de mais ou menos um a três meses. Pode-se fazer uma hipercorreção, pois sempre desce um pouco a cauda da sobrancelha no pós-operatório.

É uma boa alternativa para pacientes que ainda não têm indicação de um lifting coronal, ou que não o querem. E ainda, pode ser associada às cirurgias das pálpebras.

Ácido Hialurônico

Tem a durabilidade de mais ou menos um ano, variando de paciente para paciente. Existem diversos produtos, tais como o Restylane, o Surgiderm, o Perlane, o Juvederm, o Matridex dentre outros, cuja aplicação é rápida e com anestesia local (pomada anestésica). Hoje, temos alguns que apresentam a Lidocaína em sua formulação, melhorando assim o desconforto da aplicação.

É o que possui menor taxa de complicações alérgicas. Na nossa opnião, é um excelente método de preenchimento, pois o processo de envelhecimento não cessa, e com esse tipo de preenchedor, mantemos o produto nos locais certos. O métodos definitivos podem causar irregularidades por causa da migração destes, como a queda das bochechas, por exemplo…

Gordura

É um método que utiliza a gordura de outras regiões do corpo, também conhecido como Lipoescultura Facial. Tem a vantagem de não haver rejeição, por se tratar de gordura do próprio paciente.

Utiliza-se para preenchimento dos lábios, sulcos nasogenianos, aumento malar, e é realizado no hospital com anestesia geral ou local + sedação. Ao contrário do que se pensa, a gordura tem o resultado mais duradouro, depois da pega do enxerto…

Metacryl

O uso de Metacryl não é recomendado e não é permitido pela Anvisa. Não se pode prever como ficará depois de alguns anos, com o envelhecimento da pele e o ganho de mais flacidez. Dessa forma, a paciente poderá apresentar irregularidades pelo descenso do mesmo.

O PMMA possui um risco de ulceração (feridas), no local onde é aplicado, e portanto deve ser evitado. Não se sabe ao certo se a úlcera se dá pela aplicação do produto no interior dos vasos, ou pela compressão dos mesmos.

Outra complicação do PMMA, é a formação de granulomas (nódulos) onde o mesmo é aplicado, que são de difícil tratamento, e por vezes, intratáveis.

Podem ocorrer ainda, reações inflamatórias precoces ou tardias, necessitando de altas doses de corticóides intravenosos. Essa imprevisibilidade do seu comportamento torna-o uma opção muito ruim, haja vista que o simples fato de aparecer uma úlcera na face, pode necessitar de várias cirurgias reparadoras, que nunca mais devolverão a beleza de antes.